sexta-feira, 1 de julho de 2011

Saudades e gracinhas

Continuo aparecendo pouco, afinal ainda estou com visitas, oba!
A Sophia está na praia com os avós e está adorando. Quase que as coisas deram errado, no entanto.
No segundo dia de praia, meu sogro me liga avisando que Sophia estava com febre. Nossa, me desesperei. Queria pegar o carro e ir buscá-la imediatamente. Acho que só não fui pois já era tarde da noite e eu tinha acabado de dirigir 200 kms (e teria que dirigir quase o dobro disso para ir buscá-la)... Ela já estava com uma tossezinha quando saiu daqui, mas parece que lá a tosse piorou e, como acontece algumas vezes nesta situação, teve uma hora que tossiu tanto, mas tanto, que até vomitou. Ai, claro, ela só pensava em vir pra casa e meu sogro ligou para que eu a acalmasse. Mas como acalmar quando sua filha liga e fala assim: "mamãe, eu tô doente. Eu tô triste mamãe, vem me buscar agora". Com muita ênfase no "agora"... Fiquei com o coração partido.
Acalmei a Sophia da melhor maneira que pude e combinamos de telefonar no dia seguinte de manhã. Por sorte ela passou super bem a noite, minha sogra ficou com ela no quarto a noite inteira para conferir se a febre não voltava, e acordou já bem mais feliz (e sem febre!). Ela falou então comigo num tom bem mais animado, me contando que os avós tinham até deixado que ela assistisse televisão (e eles nunca deixam, meu marido e cunhada cresceram sem tv em casa). Rá, me senti vingada no dia em que eles me olharam torto pois eu permiti que ela assistisse um desenho na hora do jantar, num dia em que o ciúme em relação à Helena andava a mil...
Enfim, como a febre não voltou e o seu humor estava cada vez melhor, ela ficou.

Com isso a Helena está ganhando uma porção extra de mamãe. E é a sorte, pois a Helena está bem exigente, querendo muuuuuito colo. Desde que ela começou a virar que ela não quer mais ficar deitadinha no chão. É ela encostar as costinhas no chão que ela já vira. E depois de virar e brincar um tempinho ela se cansa e começa a chorar. Ela ainda não consegue desvirar e, talvez, isto seja o motivo para a sua frustração.

No mais Helena tem estado muito ativa. Ela adora brincar com seus brinquedinhos agora. Ela pega, põe na boca, joga fora, tenta pegar de novo, usa os pés para pegar também e faz muitos barulhinhos. Ela está treinando a ação de tirar a chupeta e recolocá-la na boca (ainda sem sucesso, o que também é motivo de muita reclamação!). Ela adora copos (fica toda entusiasmada quando me vê bebendo água!), o lustre da cozinha, espelhos e a mamãe, claro :-) Acho que sou o brinquedo favorito, heheheh. Ela adora puxar meu cabelo, segurar minhas roupas e babar no meu ombro, entre outras coisas. 
Ela continua não dormindo muito durante o dia, mas à noite até que dorme bem. Claro que ela acorda para mamar. Mas nem abre os olhos, só mama e já volta a dormir rapidinho. E falando em acordar... ela acaba de me chamar :-)

5 comentários:

Camilla Brandel disse...

Tadinha da Sophia. Ficar doente longe de casa é muito triste. Ainda bem que ela já está melhor.
Uau, crescer sem ter tv em casa! Não dá nem pra imaginar uma coisa dessas. :) O que o Félix e a Laura falam disso hoje em dia? Acham que foi bom?
Ei, que tal aproveitar o tempo extra pra tirar e colocar mais fotos da Helena por aqui?
Beijo,
Lica

Simone disse...

Imagino seu desespero, Karen. Mas com o vovô e vovó do lado deu pra ficar mais tranquila, né? Ainda bem que no final tudo deu certo. Ela vai voltar cheiinha de saudades.

Bjs em vocês!

Fabiana disse...

Vc falou na tosse e no vômito lembrei da Júlia na hora. Aqui é religioso... se adoece, tosse e se tosse, vomita. Osso!!
Ainda bem que a praia tá dando certo! Um descanso ótimo pra vcs duas, né?!
Beijos
Fabiana
http://2-ao-quadrado.blogspot.com

Ingrid disse...

Olá Karen!
A Lorena me recomendou seu blog. Eu sou mae de primeira viagem (ou melhor, serei, pois estou com 5 meses), morando em Hamburg e fiquei sabendo por ela que vc teve sua filhinha aqui na Alemanha. Eu estou um pouco insegura quanto ao parto aqui e queria, se possível, saber algumas coisas com vc.
bjos

Chris Ferreira disse...

Oi Karen,

Que susto hein? Que bom que ficoutudo bem com a Sophia e você não precisou dirigir tudo de volta.
A gente fica com uma saudade louca, né? Mas é bom para ela e para os avós curtirem a netinha.

Eu levei as meninas para a cozinha por volta dessa idade mesmo, 3 anos. Elas foram fazendo um pouquinho, ajudando em uma coisa ou outra. Eu deixo bem a vontade Até hoje, algumas vezes, a Sofia começa uma receita e lá pela metade cansa. Nesse caso eu continuo. Normalmente distribuo as tarefas e sempre pergunto o que elas querem fazer. Quebrar o ovo elas sempre querem. Kkkk. O lance é deixá-las a vontade que aos poucos vão se concentrando mais, ficando mais tempo envolvidas na tarefa. Eu fiz muita associação com contos de fadas, coloquei fantasias, tudo para tornar mais divertida a brincadeira. Se quiser, veja aqui no blog, as Delícias de Princesas : http://inventandocomamamae.blogspot.com/search/label/Del%C3%ADcias%20de%20Princesa Elas curtem demais.

Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/