segunda-feira, 4 de abril de 2011

I'll survive

Consegui: sobrevivi ao meu primeiro dia inteirinho sem ajuda com as meninas. Quer dizer, quase.
À noite, tive sim uma ajudazinha. Mas com o maridão viajando, as coisas aqui em casa ficaram bem mais complicadas. E confesso que passei a semana toda temendo pelo que viria pela frente. Principalmente a hora de dormir, pois é bem a hora que a Sophia finalmente quer ter um momento só dela, sem ter que esperar que a irmã mame, arrote, durma, troque a fralda, etc., e é o momento que a Helena costuma estar beeeeem inquieta.

Assim, ontem, domingo, fizemos pouca coisa e tudo em ritmo lento.
Sophia acordou e fomos juntas tomar café. Ela acordou bem feliz e disposta, veio pra minha cama, mas, para não acordar a Helena, já descemos pra brincar na sala, enquanto eu fazia o café. Ela comeu bonitinho seu pão, tomou o leite, comeu uma fruta e depois fomos trocar de roupa. Quando tinhamos acabado de nos vestir a Helena acorda, toma café também :-) e faz aquela cagada, sujeira que exige que troque a roupa toda. Como tinhamos planos de ir ao zoológico, resolvi não dar banho naquele momento, pois assim perderiamos mais umas 3 horas.
Mas nisso a Sophia cansou de esperar, queria brincar com um quebra-cabeça novo que ganhara e se recusou a escovar os dentes para sairmos. Enquanto discutiamos os porquês de ter que escovar os dentes, pentear os cabelos, prender a franja para não cair na testa e por casaco, a Helena dormiu profundamente, no sofá. Quando fui colocá-la na cadeirinha do carro, lógico que acordou berrando de fome. Daí, foi mamar de novo, cagar, sujar as fraldas de novo, trocar a roupa toda de novo, aproveitei para pôr a roupa para lavar e ufa, depois de apenas 4 horas, conseguimos sair de casa e ir para o zoológico!!!

Chegando lá foi tudo bem legal. Tivemos sorte e ganhamos uma sacolada de frutas e legumes para alimentar os elefantes (a Sophia adora dar comida, ainda que não tenha a coragem de ser ela mesma a dar, ela sempre segura na manga do meu casaco enquanto estendo uma cenoura em direção aos paquidermes) e tinha parado de chover exatamente no tempo em que estivemos por lá.
Fizemos piquenique em frente aos macacos, ela brincou no parquinho do zoo, Helena mamou entre uma jaula e outra e voltamos bem pra casa.


Em casa ainda conseguimos passar o fim da tarde brincando, sem apelar para a televisão, demos juntas banho na Helena, jantamos e já chegou a Nai para me ajudar com a princesinha. Ela ficou passeando pela casa (Helena gosta muito de flores e quadros, acho que temos que começar a frequentar museus hehehehe) enquanto eu dava banho na Sophia. Depois ainda pude ler pra ela e cantar tranquilamente até que adormecesse enquanto a irmã mais nova esperava pacientemente. Que maravilha! Fui dormir feliz, com a sensação de dever cumprido! Agora é torcer para que a semana toda seja assim e que o meu babá oficial volte logo :-)

6 comentários:

Camilla Brandel disse...

O 1o. dia sozinha dá medo, não? Eu lembro bem do dia que a mãe foi embora e o Alessandro já tava trabalhando. O carro saiu e eu fiquei com o Nathan no colo, chorando, hehehe. Mas claro, a gente se vira.
Com uma Sophia querendo atenção deve ser ainda mais cansativo e difícil, né? Mas pelo jeito você está se saindo bem, parabéns!! :-)

Allessandra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alessandra disse...

Olha, dizem que as mães são "polvos".... pois tem dia aqui em casa em que falta braço, mão, etc!

Alessandra disse...

Esqueci de completar: mesmo sendo uma polva só com dois braços... a gente "surviva", sim!

Karen disse...

Olha, depois de ontem acho que vou ter que mudar o título deste post para: I won}t survive...

Roteiro Baby disse...

Vi que vc também pretende escrever para a blogagem coletiva da Carol sobre Maternidade REal e quero ver seu post.
Conheci seu blog agora e adorei.
Meu post sobre o assunto já está no ar e espero que vc goste.
Até mais...