quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

E como prometido....

Aqui vão as últimas fotos das férias de ano novo :-)
No dia 30 fomos para Salzburg. A Sophia adorou a ideia de conhecer a cidade do "Amadeus", que é como ela chama (tá íntima, não?) o Mozart. O dia infelizmente não estava muito bom, nevou, nevou, nevou o dia inteiro, num prelúdio do que estava por vir...

No alto do castelo - Festung Hohensalzburg
Apesar de ficar basicamente no carrinho (estava muito frio para tirá-la de lá), Helena não perdeu o bom humor. Pra nossa sorte!

Então ainda estávamos apreciando o passeio, quando uma coisa muito chata aconteceu. Resolvemos ir comer a famosa (pelo menos na Alemanha) torta de chocolate "Sachertorte", diretamente no Hotel Sacher. Esta torta foi criada em Viena e só pode ser vendida nos hotéis Sacher (tem em Viena e em Salzburg) e em mais alguns Cafés Sacher espalhados pela Áustria. Ela é uma torta de chocolate, com um recheio de geléia de damasco e cobertura de chocolate. Coisa bem pouco calórica, ótima pra quem está de dieta. Mas como ainda era dia 30, resolvi encarar :-) Só o que não contávamos era ser barrados no baile! Chegamos à porta do café do hotel e éramos 7 pessoas: 4 adultos e 3 crianças (de 11 meses, 2 e 4 anos) e o porteiro simplesmente negou a nossa admissão dizendo que o café estava cheio. Só que para o nosso espanto, outras pessoas continuavam entrando. Ao ver a nossa cara de perplexidade, o porteiro se apressou em explicar que as mesas grandes estavam todas ocupadas e que demoraria no mínimo uns 40 minutos até que pudessemos nos sentar e que deveriamos ir para o café "2" - que também vendia a tal da torta, mas que era infinitamente menos bonito.. Tudo isso por puro preconceito ao ver tantas crianças.
Tenho certeza que se tivesse chegado ali com meus dois cachorrinhos, em vez das minhas duas filhas, nós teríamos entrado sem problemas...
Ponte sobre o Rio Salzach, antes do incidente no Hotel Sacher    



Sabe que depois de tudo isso nem achamos a Sachertorte mais tão gostosa? Foi realmente um banho de água fria, já que até então estávamos muito satisfeitos com a hospitalidade dos bávaros e demais habitantes do sul da República (vai ver que na Áustria é diferente...). Mas enfim, voltamos pra Ramsau e antes passamos no mercado, para comprarmos uma coisinha para o jantar lá na pensão mesmo, e não precisarmos sair de lá novamente.
Quando começamos a subir a montanha que nos levaria até o hotel notamos que o asfalto estava muuuuuuito liso. Muito mesmo. Claro que nosso carro está equipado com pneus de inverno, mas eles simplesmente não eram suficientes para encarar a subida à nossa frente. O carro derrapava muito. Então o Felix dava ré e vinha mais ou menos rápido (não muito, pois é perigoso, já que se precisassemos frear o carro provavelmente derraparia), no embalo, para tentar vencer alguns metros a mais. Até que simplesmente não deu mais. No começo, ainda tinha umas subidas e descidas, dava para o carro pegar impulso, mas depois, era só subida mesmo. E agora José?
Reparamos que tinha mais um carro parado na nossa frente. E na frente dele, um trator. Era o dono da pensão salvando seus hóspedes. Ele rebocou um por um até o hotel! E isso era o começo de uma nevasca muito forte. Lindo de se ver, mas como é difícil se locomover com tanta neve.

Com isso no dia 31 decidimos que não iriamos de carro até a cidadezinha (para comprarmos os ingredientes para a nossa ceia), mas que iriamos a pé. E fomos. Claro que para descer todo santo ajuda, mas para subir, com neve, puxando crianças no trenó e a outra pendurada no canguru, com compras e com uma inclinação de mais de 20º a coisa começa a mudar de figura... Foi uma aventura e tanto e no final tivemos que apelar para todos os nossos truques (bala! televisão! chiclete! mais televisão!) para a Sophia andar um pouco e conseguirmos chegar ao hotel mais rápido, pois estava ficando muito frio e a bota da Sophia estava meio molhada por dentro...
Ainda sorridentes na descida

A pensão e a neve

No caminho da floresta


No caminho gelado e liso dos carros
Estalactites :-)
Ramsau
Ramsauer Ache
Um bonequinho de neve!
Cartão postal de Ramsau
Helena não perde o bom humor nem com muitos graus abaixo de zero. E não, o que ela está comendo NÃO é chips! É um biscoito para bebês, sem sal, sem gordura, sem açúcar, à base de milho.
E agora prometo que acabei a minha narrativa.
Um feliz 2012 pra todos!!

14 comentários:

Chris Ferreira disse...

Oi Karen,
que viagem mais deliciosa! Fiquei babando vendo as fotos.
A primeira então... que coisa mais linda!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/
http://twitter.com/@kitaferreira

Alessandra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dayane disse...

Que lindo Karen! To aqui babando com as fotos, até parece que não vivo em mundo branco também... hehe Acho lindo demais quando a neve fica nos galhos das árvores, é tudo tão branco!
Muito chato essa situação do café do hotel hein? Nossa!
Adorei ver um poquinho do teu final de ano.
Beijos

Juliana disse...

Que delícia, que frio!!!!
Adoramos quando fizemos este passeio, mas foi no verão, ehehe, bem mais tranquilo.
Feliz 2012 par você também e esta família linda!! Um beijo grande, Juliana

Ana Claudia disse...

Que fotos lindas Karen...e deu pra sentir o frio daqui...a carinha da Helena tá fofa demais!

Bom 2012 pra todos nós, cheio de paz, saúde e muito amor!

bj

Celi disse...

Karen que passeio maravilhoso! Adorei! As fotos estão lindas! Preciso mesmo conhecer esse lugar.
Não acreditei o que aconteceu com vocês. Sério que vetaram a entrada de vocês por conta das crianças. Acha mesmo que foi por isso? Que absurdo! Não acredito... mas tem muitas pessoas aqui que fazem cara feia e torcem o nariz, não é mesmo?
Um absurdo!
Mas que bom que continuaram aproveitando e curtindo esse lugar maravilhoso.
Um grande beijo e bom final de semana.
Ah, também concordo com sua opinião sobre a escola do meu filhote. É sempre bom ouvir a opinião de alguém que vive algo muito parecido. Beijos

Alessandra disse...

Que delícia! A Glorinha ia amar ver um tantão de neve assim!
Liiindas fotos!

·.¸¸.·**Vivi**·.¸¸.· disse...

Lindas as fotos! Adorei o bonecao de neve!! :-D

Simone Gomes disse...

Que delicia. Que Frio. Que aventura.
Lindas fotos. sua familia tb é linda.bjks

Simone Gomes disse...

Que delicia. Que Frio. Que aventura.
Lindas fotos. sua familia tb é linda.bjks

Paloma, a mãe disse...

Karen, vim conhecer o seu blog e adorei! Vou te linkar. Que fotos lindas (e que triste a história do restaurante)!
Sobre a escola francesa, a escilhemos por vários fatores: o prin cipal é que vamos mudar de país de tempos em tempos e queríamos uma continuidade de idioma, currículo e calendário. Escolhemos a francesa também pela formação humanística, que acreditamos ser melhor que outras, pela alimentação (detestamos o lunch oferecido nas americanas e inglesas), pelo idioma, que adoramos e é mais próximo do português (já que vou ter de alfabetizá-la em português em casa, acho que o francês na escola pode facilitar a minha tarefa)... Enbfim, foi um misto de fatores, até preço e localização foram levados em conta.
Acreditamos que o inglês se aprende na vida, já que está em todo canto, já o francês, por ser mais "difícil", é melhor ser aprendido desde cedo, na escola. Enfim, é a nossa escolha, de acordo com nossos valores, nossas possibilidades, obviamente não é a única possível nem tampouco é imutável.
Beijos

Simone Gomes disse...

Tive o blog acidentalmete excluido pelo meu marido. Agora estou nesse novo endereço. Vou começar do zero. Espero ter vc me ajudando. Se puder, em uma de suas postagem,me ajudar a visar as meninas eu agradeço.
meu blog anterior era preciosidades da minha vida.
agora é www.emagreceremudar.blogspot.com
desde já agradeço.bjks

Mikelli disse...

salzburg é uma delicia em qualquer estaçao do ano =D mas achei estranho essa do hotel Sacher...sempre achei os austriacos mais tolerantes que os alemaes em relacao a criancas. Mas vcs nao perderam grande coisa...eu odiei a torta! haha eu fui com aquela vontade de comer um bolo de chocolate e qdo mordi era só doce =P bjs!

Lu disse...

Oi Karen
so Agora eu cheguei por aqui. Ando numa lentidao com o blog, nao so com o meu que esta parado. Mas enfim. So para te falar que eu odeio a Sachertorte e odeio Mais ainda o atendimento deles. Todas as vezes, eu disse TODAS, eu nao consigo entrar com a Mariana la, mas estranhamente antes dela nascer eu conseguia. Muito estranho. E Mais Sem sabor do que uma sachertorte so o biscoito de milho, ne? A Mariana come Como se fosse uma iguaria, coitadinha. Imagina se ela soubesse o que eh Cheetos.
Bjs