segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Atenção: post de uma mãe extremamente coruja

Estão todos avisados, né?

Rsrsrsrs.


Então que sexta-feira foi o dia da U8. Para quem ainda não sabe, aqui na Alemanha as crianças passam por exames periódicos no pediatra, para que o seu desenvolvimento sejam analisados.
A cada exame (Untersuchung, dai o "U"), os pediatras verificam vários aspectos, dependendo da idade. Na U8 eles fazem testes de audição e visão, exame de urina e vários testinhos para averiguar como anda o desenvolvimento físico e psíquico da criança. A Sophia, por exemplo, teve que fazer um desenho de um homenzinho, observar desenhos do médico e copiar na sua folha (teve que fazer retas, triângulos, quadrados e círculos), depois teve que andar num pé só, correr de costas, ficar parada 5 segundos em um pé só, dar cambalhota, cantar uma música sobre o outono (e eu nem conhecia a música que ela escolheu para cantar!), além de conversar com o médico para ele verificar como anda o nível de vocabulário, correção gramatical e articulação.

Eu perguntei se o homenzinho tinha dois pés direitos, a resposta dela, lógico que não mamãe, ele está com um joelho de fora :-)


A única ressalva foi na parte da articulação. Ele diz que a Sophia não posiciona a língua corretamente em algumas palavras e por isso ele recomenda que ela faça algumas sessões de fonoaudiologia, para que nenhum erro seja consolidado, principalmente se ela já for entrar na Vorschule no ano que vem (mas já falo sobre isso).

No mais Sophia fez tudo com muita maestria :-) O pediatra disse que ela é muito inteligente (avisei que a corujice iria dominar hoje, né?), que segundo a classificação médica ela está no topo da pirâmide do desenvolvimento (existe, aparentemente, um percentil de desenvolvimento neste quesito também - eu só conhecia estes percentis no quesito peso e altura - e ela estaria no percentil 95, ou seja, ela está mais avançada que 95% das crianças da sua faixa etária) e que, para concluir, ele aconselha que ela já entre na Vorschule no ano que vem.

A Vorschule representa o último ano da escolinha, mas é considerada - pelo menos aqui em Hamburgo, já que a legislação educacional varia de estado para estado - um passo importante para a escola. A Vorschule pode ser feita no próprio jardim de infância ou já na escola onde a criança cursará a primeira série. E normalmente são aceitas crianças a partir dos 5 anos, que farão 6 no decorrer do ano letivo. Durante este ano a criança é preparada para entrar para a escola. Ela tem que acordar mais cedo já que o horário é semelhante ao da escola (atualmente ela entra às 9 na escolinha, na escola terá que entrar às 8). Tem que ficar sentada mais tempo (na escolinha eles só "têm" que ficar sentados durante as refeições e nas atividades em roda que são sempre realizadas no início da manhã e no início da tarde, mas na escola é praticamente o tempo todo), tem que fazer tarefinhas (inexistentes até agora), tem que dividir a atenção da professora (1 professora para 23 alunos na escola x 1 professora para cada 5 alunos na escolinha), enfim, uma série de adaptações importantes.

Bem, claro que ficamos lisonjeados com a recomendação médica, afinal isso mostra que a Sophia está com o mesmo nível de desenvolvimento de uma criança de 5 anos (e ela acabou de completar 4 no mês passado), inclusive vários testinhos que ela fez já fazem parte da U9 (o exame para crianças de 5 anos completos). Mas agora ficamos também com a dura responsabilidade de ter que decidir se colocamos nossa filha com apenas 4 aninhos na Vorschule ou não. E com isso vem o dilema de decidir se é melhor que ela seja sempre a mais nova da turma (e eu SEMPRE fui a mais nova da minha turma, mas nem sempre achei isso tão legal...) ou se arriscamos deixá-la mais um ano no jardim de infância sendo que ela pode também se desmotivar por não aprender coisas novas (aqui jardim é feito mesmo só para brincar, as crianças não aprendem coisas escolares do tipo matemática ou leitura/escrita).

E agora José?

6 comentários:

Celi disse...

Karen parabéns para a Sophia. Que beleza, hein! Esses exames são tão específicos, né? Uma maravilha de tempos em tempos para sabermos mais sobre o desenvolvimento de nossos filhos. Também gosto!
E que maravilha sua pequena. Agora, sabe que tenho dúvidas se você deve colocá-la adiante, pois sempre fico com um receio de querer adiantar demais. Talvez você possa observar, conversar com a professora atual para saber como anda a interação da Sophia com os colegas, a relação com as atividades propostas. Sempre fico com um pé atrás. Ser a mais nova do grupo nem sempre tem suas vantagens. A impressão que dá é que ficará adiantada por um lado e perderá etapas importantes (enquanto criança). Entende? Acho que tudo tem o tempo certo! E talvez ela acompanhe melhor quando chegar a hora.
Mas com certeza, ninguém melhor do que vocês para avaliarem e saberem... apenas a opinião de uma mãe e também professora.
Beijos

·.¸¸.·**Vivi**·.¸¸.· disse...

Oi Karen!
Que legal saber como sao essas coisas por aqui!! Bem organizado, pra variar!! Kkkk
Estou aqui ha dois anos apenas, mas ja planejando a volta pro Brasil!
Ate gosto daqui, de muitas coisas, mas sou muito familia, entao morar mesmo so la no Brasil.... :-)
Beijinhos!

Alessandra disse...

Eita decisão complicada mesmo!!! As professoras dos dois anos anteriores da Glorinha também disseram que ela era muito adiantada em relação às coisas relacionadas à escolinha, mas que em maturidade, estava na fase correspondente à série que estava... Acabamos "deixando estar" e fomos acompanhando para ver se ela não ficava desmotivada. Pra minha surpresa, mesmo estando sempre à frente no conteúdo, ela manteve a motivaçào e o gosto por ir à escola. Vamos ver como será no ano que vem, considerando- se que ela já sabe ler e o primeiro ano de nove anos é de pré-alfabetização...
Boa sorte!

Camilla Brandel disse...

Uau, que consulta legal! Adorei. :) Aqui no Canadá eu sei que as crianças também têm exames com idades bem definidas, mas não sei se são tão detalhados.
Quanto à sua dúvida... Bom, eu também fiquei 1 ano adiantada na escola após voltar de Portugal e sempre me achava "A Gênia" por isso, hahaha. :) Adorava ser a mais nova!
Mas realmente teve um choque de gerações quando terminei a 5a.série lá e entrei na 6a.série no Brasil. Em um dia eu estudava com crianças que passavam o recreio brincando, eu mesma brincava de bonecas, enfim, era uma criança de 11anos e... um mês depois, cheguei na sala de aula e encontrei pré-adolescentes de 12 que usavam batom, não brincavam mais e só falavam de meninos. Virei adolescente assim, com um voo de avião.
Imagino que isso também acontecerá com a Sophia, se ela entrar na escola antes. Um ano a menos de infância. Mas... tem que ver se os benefícios compensam. Como a Celi comentou, acho que você tem que conversar com a professora dela, pra ver se ela também acha que a Sophia vai ficar desmotivada. E tentar conversar com a própria Sophia, também.
Beijo!

Kel disse...

Oi linda, obrigada pela visitinha lá no meu bloguitcho! :)
viu, passando aqui e já dando pitacos... eu ainda sou daquelas que acham que infância é feita p/ brincar, e muuuito. O fato de sua filhota não ir p/ escolinha 'p/ estudar' de fato não significa que ela vá ficar desmotivada...criança ama estar ao lado de outras crianças, isso por si só não a desmotivaria. Brincar é divertido! Ela terá uma vida toda para aprendizado mais formal, deixe a pequena curtir cada coisa a seu tempo... :) desculpe pelo pitacão, mas eu não poderia deixar de dar um logo cedo! *rs Bjs,

Kathe disse...

Olá Tainha, Parabéns pelo excelente desempenho da Sophia, aliás, eu sempre disse que ela é de uma inteligência descomunal não ?
Quanto a coloca-la já na escola adiantada, lembro que tanto vc como a Lica sempre foram assim, e vc, fazendo seu primeiro vestibular antes de completar 17 anos, ainda sem saber ao certo o que queria, e a Lica, levando uma bronca da zeladora da Faculdade por ela ter entrado no banheiro das professoras, quando já dava aulas ! Tudo isso me enche de orgulho, mas será que não foi um pouco demais para vcs ?
Pense bem, será que não seria o caso de deixar a Sophia curtir um pouco mais ? Isso só cabe a vcs decidirem, mas acabei de me lembrar também, que em Santa Maria vc foi aceita no primeiro ano antes de ter 6 anos, poruqe já estava praticamente alfabetizada...
Nossa, tantas duvidas agora, e na época eu nem pensei, só curtí o fato de minha filha ser tão precoce...
Sabe o que mais ? Use sua intuição de mãe.
bjs.