terça-feira, 24 de maio de 2011

Turma do fundo

Quase esqueci de contar mais um episódio interessante, ocorrido na semana passada, que me mostra que minha filha está com cara de que vai pertencer à turma do fundão da sala...

Mais uma vez chego na escolinha e vem a professora junto com a Sophia, pois precisavam me contar algo. Eu imediatamente olho para os pés da minha filha, para ver se ela teve uma recaída e se voltou a usar a meia no lugar do balde (quem não se lembra pode ler aqui). Mas não, as duas meinhas estavam em seus respectivos pés, sem problemas. Ela também estava calçada, então achei que estava tudo certo. Aí vem a professora me contar que aconteceu um episódio "fecal" na escola. Ih, pensei eu, literalmente uma merda.

E ela começa a pedir para a Sophia não se esconder mais na hora do lanchinho, pois ela tinha ficado muito preocupada, que ela precisa se alimentar, contar sempre para onde vai e blá, blá, blá.
Confesso que eu só conseguia pensar: onde é que entram as fezes nesta história?? Lá longe, bem longe, ouvia a voz da professora dizendo que se esconder não é legal, que a mamãe também ensina que não é para ela se esconder (eu concordo rapidamente, para não parecer que eu não estava prestando atenção à conversa) e que a mamãe também iria conversar com ela sobre o cocô (ai não, lá vem...)...   da Jasmin.
Jasmin?
Jasmin!
Ufa, não foi ela, não foi ela!! Agora, aliviada, consigo prestar atenção no resto da história. A Sophia e sua amiguinha tinham se escondido na hora do lanche e escondidas ficaram por um bom tempo. Nisso a Jasmin, com vontade de ir ao banheiro, mas sem querer sair do esconderijo, acabou fazendo o que tinha que fazer lá na salinha dos brinquedos mesmo. E o que a professora queria de mim era: conversar com ela, para que a Sophia aprenda a ser dedo-duro a contar para os professores quando vê alguém fazendo algo errado.

Claro que na hora já assumi meu papel de mãe e comecei a explicar que a Sophia tinha que a) ter dito a Jasmin para ir ao banheiro e b) ter ido contar para a professora o que a Jasmin estava fazendo/prestes a fazer. 


Ai, ai, cada dia uma surpresa... O que será que me aguarda amanhã??

2 comentários:

Aretusa disse...

Posso rir um pouco?
Nossa, dá uma aflição quando criança some dentro de escola - quem trabalha em escola sabe que isso acontece, e quem tem filho, sabe que muitas vezes eles se "escondem" dentro de casa pra brincar e a gente fica doido procurando!!
A professora lembrou de falar que eles dá próxima vez vão ficar mais atentos às crianças?
Mas que a Sophia e a Jasmin foram arteiras, foram!! Lindas!! kkkkkkkkkk!!
Beijocas,
Aretusa, mamãe da Doce Sophia

Simone disse...

Então o sumiço tá mais que explicado porque mãe a gente tem que curtir mesmo. :)

Bjs!!!!!!!