segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Enquanto ela não nasce...

... estou aqui. Tentando começar algo novo. E isto na minha 37ª semana de gravidez.
Mas desde que entrei na licença maternidade, que aqui na Alemanha já começa 6 semanas antes da data prevista do parto, que comecei a me viciar em blogs. Fico horas e horas lendo, procurando, me emocionando, rindo, me indignando e me inspirando nas coisas que leio.
Fico procurando informações sobre o parto, relembrando este momento tão especial (ainda que dolorido) pelo qual já passei uma vez, mas que quis esquecer por um bom tempo, comparo experiências, aproveito dicas boas e agora acho que chegou a hora de compartilhar um pouco das minhas experiências também. Tenho um desejo sincero de que alguém também possa aproveitar, rir sobre ou se emocionar com as minhas histórias. Ou que elas sejam simplesmente informativas para aquelas pessoas que não estão tão perto de mim, como a minha família no Brasil.
Então fica aqui o convite, para que você descubra um pouco mais sobre mim e sobre esta misteriosa multiplicação de amor de mãe.

2 comentários:

Regina disse...

É sim, o amor de mãe é algo mágico, incrível e instantâneo, antes do Felipe eu imaginava que jamais amaria alguém da forma como amo a Naty, e tinha até medo de não amar meu próximo filho como a amo, mas, a magia se repetiu e se repete a cada dia, ser mãe é doloroso, é sofrido, é cansativo, mas é também a experiência mais linda e amorosa pela qual podemos passar. Super beijo!

Moraes disse...

Legal! Eu também estou nessa fase de ler blogs, vou adicionar o seu aos meus favoritos! Beijo