quarta-feira, 21 de março de 2012

Queimando a cara da vovó

Quando estávamos no Brasil, Sophia, após alguns dias de integração, começou a não querer mais falar em alemão. No começo ainda me perguntava uma ou outra coisa tipo: como é que fala "verrückt" mamãe? É maluco, Sophia. E assim a coisa ia andando. Ainda brincava consigo mesma em alemão, cantava bastante no idioma de Goethe e tudo mais. Mas acho que passados uns 6 dias já estava só no português mesmo. Tanto que, à noite, quando falava com o pai (nas pouquíssimas vezes que o fez, já que desatava a chorar de saudade cada vez que ouvia a voz do papaizinho querido), já estava me perguntando exatamente  o contrário: Wie sagt man "cansada", mamãe? É "müde" Sophia.

Ainda assim, eu usava de vez em quando esta língua para dar bronca (acho que alemão é um idioma ótimo para isso! Uma língua forte, basta umas 3 palavras, em tom bem sério para a criança notar que tem algo errado, já notaram? Olhem só: Sophia, desliga a televisão e vem almocar, meu amor, está na hora! Versus: Sophia: Fernsehen aus. Sofort! Zeit zum Essen!). Ela estranhou um pouco, já que nunca falo em alemão com ela por aqui (não, nem para dar bronca, rsrsrsrs). E toda vez meio que contestava: mamãe, por que você está falando em alemão?

Enfim, acho que vovó não prestou atenção nisso.

Um dia, estavam as duas no parque. Mas precisamente na ATI (Academia da Terceira Idade, ou Melhor Idade, como se tem dito atual- e politicamente correto). Tem isso em outros lugares também, aliás?
Enfim, nestas ATIs não só aqueles na melhor idade fazem ginástica de verdade. Crianças, jovens e adultos também. Usam os diversos aparelhos e, estando-se em Maringá, no verão e com o sol a pino, suam. E quando suam.... sim, vêm os aromas.
Aí, minha mãe, que também fala alemão, disse pra Sophia:

Sophia, lass uns gehen, der Mann stinkt.
E é claro que ela responde em alto e bom som: por que você falou que o homem está fedido, vovó?

Minha mãe, fingindo que não ouviu nada...

7 comentários:

Mikelli disse...

haha mas crianças sao otimas pra fazer a gente entrar em roubadas desse genero ne? E nessas horas nem precisa perguntar como se fala tal palavra...vem direto ;) bjs!

Celi disse...

Que roubada...não dá para acreditar. As crianças não deixam passar nada e essa foi muito boa. Fiquei imaginando a cara da vovó.
Beijos

Lu disse...

Hahahaha, q engraçada... criança tem cada uma...

Então, Karen, como vc leu no blog, o Uri tem nos dado mais trabalho tbém desde q fez um ano. Um pouquinho antes do aniversário ele estava um anjo, dormindo super bem, só brincava... mas desde então... dorme bem mas acorda umas 4 ou 5 da manhã e dá um baile pra voltar a dormir (qdo volta), exige nossa presença o tempo todo, se saimos do campo de visão dele, é choro certo, quer colo a toda hora, coisa q era rara, chora com mais frquencia... enfim, q acabe essa fase chaaaata logo! quero meu bebe de novoooooo!

Beijos!

Paloma, a mãe disse...

Ahahaha, tradutora simultânea constrangendo a vocó!! Adorei! Muito fofa e esperta!
Beijos

Anna Monte Alegre disse...

kkk essas histórias nao tem preco...
Vó é tudo de bom! Saudades das minhas...

Alessandra disse...

Criança não é cara-de-pau, é "autêntica", né... e nos mete em cada uma!

Lu disse...

Karen
realmente essas criancas sao muito espertas. Adorei, imagino a cara da sua mae, coitada!
E concordo com voce, nada como dar bronca em alemao. Pena que no meu caso vai ser o contrario: eu dando bronca em portugues e a Mariana resmungando em alemao, hehe.
Bjs