quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Está chegando a hora...

... da Sophia ir pra escola. E gostaria de aproveitar a oportunidade para contar como isso funciona aqui, no norte da Alemanha, já que escola, como já disse aqui, é coisa que varia de Estado para Estado.

Bom, escola é obrigatória a partir dos 7 anos. No entanto, e devido ao número cada vez maior de estrangeiros no país, em muitos Estados oferece-se também um ano de "Vorschule" (antes da escola), para que as crianças com imigrantes na família (acho que na tentativa de acabar com a conotação ruim da palavra estrangeiro, criou-se este eufemismo do "Migrationshintergrund", que é a palavra oficial para se falar de crianças estrangeiras ou filhas de estrangeiros). A criança normalmente começa a Vorschule com 6 anos.

Digo "normalmente" pois isto também pode variar. A regra diz que aqui em Hamburg, toda criança que completar 5 anos até o dia 30 de julho deve iniciar a Vorschule ainda no mesmo ano, para garantir que em algum momento do ano letivo ela tenha já os seis anos (lembrando que o ano letivo aqui vai de agosto até junho). Crianças nascidas entre primeiro de agosto e 31 de dezembro são consideradas "Kann-Kinder". Elas podem começar a Vorschule com apenas 4 anos, desde que tenham uma recomendação do pediatra e do jardim de infância. Mas também podem começar só no ano seguinte, já tendo 5 anos bem completos, quase fazendo 6.

A Sophia, como faz aniversário em novembro, é (ou era) uma Kann-Kind. Ela poderia ter começado a Vorschule - que é facultativa - em agosto deste ano, já que ganhou a recomendação do pediatra e da escola, mas nós resolvemos que ela não deveria ir tão cedo para a escola. Se ela tivesse começado a Vorschule este ano, isto significaria que ela iniciaria a primeira série com apenas 5 anos. Mas hoje não vou falar dos motivos desta nossa escolha, talvez num outro post :-).

E daí tem toda uma preparação para esta entrada na Vorschule. Primeiramente, temos que ir até o pediatra para fazer uma consulta, conhecida como a U9 (falei sobre estas consultas periódicas do desenvolvimento da criança neste post aqui). Depois, temos que aguardar o convite da escola mais próxima da sua residência chamando para uma conversa com a criança e os pais. O jardim de infância também emite um "parecer" sobre o desenvolvimento do aluno e com estes 3 "diagnósticos" do pediatra, do jardim e da escola, determina-se se a criança está apta a ir para a escola (para a primeira série) ou se deve participar de aulas de reforço e é por isso que esta avaliação é feita com bastante antecedência, bem antes do início da primeira série.

A Vorschule para as crianças com o diagnóstico "aptas para a escola" é mais um lugar para começar a aprender a disciplina - elas têm que ficar sentadas a maior parte do tempo, têm que acordar cedo, pois a aula começa às 8 da manhã, têm que levantar a mão e aguardar a vez antes de perguntarem alguma coisa, etc. Já para as crianças que necessitam de reforço, a Vorschule é tudo isto e mais a chance de aprender alemão melhor. Algumas crianças azem aulas extras com fonoaudiólogos para melhorarem a articulação das palavras e outras, ainda, têm aulas para aumentarem o vocabulário e mesmo para começarem a falar em alemão.

Nós, atualmente, estamos na fase da ida até à escola, para que ela seja submetida à avaliação do professor da turma. Já marquei a entrevista e estou já bem ansiosa para ver se a Sophia vai se soltar e conversar com o professor, ou se vai se fechar feito ostra...

Outra coisa que acho importante saber é que a criança deve ir para a escola mais próxima do seu local de residência. Apenas nesta escola ela tem o direito à uma vaga. Nós, infelizmente, não queremos que a Sophia vá para a escola dela por direito. Então vamos tentar uma vaga numa outra escola e estamos torcendo muito, muito para que ela seja aceita (o critério é: depois de acomodadas as crianças que têm direito a uma vaga na escola "x", eles começam a abrir o raio e a chamar as crianças das imediações. Por sorte não moramos muito longe desta escola de nossa preferência, então ainda há uma chance).

Quarta-feira que vem, depois da entrevista da Sophia, eu conto como foi esta conversa na escola :-)

10 comentários:

Flavia disse...

O Karen, interessante. Então quer dizer que o Kindergarten a criança frequenta entre os 3-6 anos de idade? :)

Flavia disse...

Quis dizer !Oi tudo bem Karen? mais comeram a minha mensagem...rsrs

Ana Gaspar disse...

Quanta coisa né Karen??? meu Deus... fico pensando na Valentina que ano que vem faz 5, em agosto e ainda não fala alemão... nossa como será essa entrevista e tal...
Vamos indo né...
beijinhos e bom final de semana e depois venho aqui ver o que deu... rsrsr

Dany disse...

Quantas etapas! Mas acho importante ter esse monte de parecer, avaliação e tal para os pais ficarem cientes de tudo direitinho. Eu tb não acho legal a criança começar a alfabetização antes dos 6. Caio começou (já que faz aniversário em junho), mas me arrependo.
Tomara que vcs consigam a escola da sua preferência! :D

Sobre o meu post, não tirei nenhuma foto da pista ou da bagunça. :-/

Beijos!

Kathe disse...

Ah, e como foi a entrevista ?

www.kidsindoors.com disse...

oiiii! Queria te mandar a lista do livros infantis, mas não estou achando teu email. Vc pode me passar?

E como foi a entrevista?
bjos, gi e kids

Cíntia Anira disse...

Oi Karen,
Estou fazendo um post pra registrar os 5 anos do blog e achei seu comentário. Resolvi passar por aqui e te desejar Feliz Ano Novo!

Beijos

Anônimo disse...

Oi Karen:-)
que bom foi reencontrar-te...será que lembras de mim?:-)
Bj

Anônimo disse...

Lígia

Tatiana disse...

Oi amiga... por onde andas?? e como foi a entrevista da Sofia? Bj